Brasil, meu amor

Hoje é dia 7 de Setembro. Hoje é Dia da Independência do Brasil. Hoje, é dia do Brasil, meu amor!

BRASIL, MEU AMOR

Isto é um mistério na minha vida. Quando eu ouvi falar deste gigante continental eu era uma menina. Uma menina pequena, cheia de sonhos e com muita alegria de viver. Eu fui crescendo e ele cresceu dentro de mim.

O Brasil definia-me em cada detalhe e subtileza.

Demorei muito a lá chegar. Não muito, demais. Na verdade, eu sempre lá estive. Só ainda não o tinha cheirado, tocado. Mas sentia-o. Sentia-o sempre e muito. Esse muito foi o tanto que precisei para me preparar. E quando chegou a hora, fui. E tudo mudou para sempre.

Na razão das coisas normais, eu iria lá uma, duas, três vezes. Faria vários álbuns de fotografias. Contaria as minhas aventuras nos jantares de amigos. Recordaria com saudade o calor húmido. E talvez bastasse!

Mas não basta. Para mim não basta. Porque para mim nunca foi apenas um destino turístico. Para mim é o meu sonho tornado realidade. Para mim, o Brasil, meu amor, foi antes de o ser e agora que o é, o meu futuro!

Hoje, no Dia da Independência festeja-se a conquista da liberdade. Liberdade valor supremo da minha vida e do sofrido e lutador povo brasileiro. E no presente de cada dia, lá do outro lado do oceano, onde tudo é verde e amarelo, azul e branco também, luta-se por valores de justiça, de igualdade, de tolerância, de gratidão. E eu acredito neste país. Sempre.

Um país de beleza estonteante e luxuriosa. Onde a natureza se revela imensa e transcendente, quase um milagre a olho nu. Onde as diferenças gigantes se tornam mínimas quando nas areias quentes da praia todos se cruzam e têm o mar por Deus. Onde a alegria é na proporção da pobreza, que não rouba a dignidade nem os sonhos a quem nada tem. Onde a fé é de todas as cores e de todos os credos. Tudo junto, tudo misturado. Onde a arte de saber musicar as escalas da pauta e a voz doce e dengosa de saber cantar arrebata o mais incauto ouvidor. Ah, o Brasil, meu amor!

Hoje, eu sonho com o amanhã de um Brasil no seu esplendor como merece, como deseja. Hoje eu celebro o Brasil!

 

 

 

About the author: Viagens da Helena

"Eu sou a Helena. Tenho quarenta anos (+ 2), sou Leão, nascida e criada no Porto. Sou tripeira de gema! Mãe de dois filhos, o Francisco e o António. Sou uma filha presente e uma irmã mais ausente do que gostaria. Sou amiga de todos os que me chegam, mas conto pelos dedos os que guardo para a vida."

Leave a Reply

Your email address will not be published.