Brasil, Viagens

Coração Cheio

CUEIRA

Os meus dias pela Bahia, por Boipeba, pelas barracas da Barra e dos homens a venderem redes de baloiço

BOIPEBA

Cabe dois coração batendo apaixonado e ainda dois mocotós … É de família mesmo!”

pelas areias de Tassimirim, da beleza da Cueira, da serenidade de Moreré, de Bainema ao longe, do Mangue reino imaginário e dos segredos dos Castelhanos chegava ao fim, era hora de me vir embora. De deixar o sonho tornado realidade na memória dos meus sentidos, da minha pele, do meu cheiro.

BOIPEBA

Toda esta viagem foi marcada pelo mar, pela imensidão, pela plenitude. Sabia tão bem a diferença do antes e do agora. Os desafios colocavam-se e eu não lhes podia virar costas. Seguia mar fora até ao meu destino, com nova rota traçada por mim.

BOIPEBA

Restavam-me três dias no Brasil. Não gosto de sensações de despedida mas a dor da saudade antecipada já se fazia sentir. Mas tinha também a sensação de ter feito acontecer, e essa era superior a qualquer tristeza.

BOIPEBA

Partia de coração cheio, sabia que voltaria. Esta terra está-me no sangue e na alma.

mh

Gostou? Que bom! Deixe um comentário. Até breve!

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s