Brasileirando

Pulmão de São Paulo

VIAGENS DA HELENA
Passear no Ibirapuera é um autêntico passeio na natureza. A Joana sugere a visita a este gigante bem no coração de São Paulo.

mh

O GIGANTE PARQUE IBIRAPUERA E OS SEUS POSTOS DE VIGIA

O Parque Ibirapuera é um parque urbano da cidade de São Paulo, um dos primeiros grandes do Brasil. É gigante, com vários portões de acesso e uma programação de eventos própria e tudo.
É conhecido como o Pulmão de São Paulo, com entrada gratuita desde a sua inauguração em 1954. E o incrível aconteceu no ano de 2015: foi eleito pelo jornal britânico The Gardian, o “melhor parque urbano do planeta”!

Pois, é que há realmente muito para ver e fazer no Parque Ibirapuera: pistas para correr ou andar de bicicleta, lagos enormes, museus super consagrados, jardins, esculturas, monumentos e até um Planetário e um Pavilhão Japonês.

TVIAGENS DA HELENAambém tem cafés / esplanadas e claro, vendedores ambulantes de água de coco. Mas os nomes de atracções mais originais que encontrei foram o Parque dos Cachorros e o Bosque da Leitura. Giros, sem dúvida.

O Parque Ibirapuera é então uma excelente escolha para um passeio descontraído para fazer só, com amigos ou em família. Dos portões para dentro, as crianças podem correr livremente, brincar em cantos e recantos, visitar obras artísticas divertidas ou descobrir novas plantas e animais.

Os adultos podem aproveitar para apreciar o silêncio ou as fantásticas vistas, usufruir de bonitas pontes (que dão fotos bem giras), deliciarem-se com as diferentes tonalidades das árvores, caminhar, visitar exposições ou monumentos, descansar, ler…

Ou ainda, imaginem, conversar com um guarda! Foi o que fizémos. Porque o Parque Ibirapuera é realmente muito completo e bonito (reservem um bom par de horas para conseguirem usufruir daquele espaço todo) mas, confesso, foi um simples detalhe que me chamou a atenção.

Fiquei surpreendida, achei mesmo curioso, os guardas terem uns postos de vigia (como daqueles que eu só ainda tinha visto em filmes). Redondos, com um tecto e onde eles ficam, desde o seu interior, a observar o que vai acontecendo ao redor.

E por causa da minha aproximação a uma destas estruturas, falámos com três simpáticos guardas. Ficámos a saber que os fins-de-semana são bem movimentados por lá, mas que é um bom sítio para se trabalhar: estar no meio da natureza é sempre pura terapia.

A nossa conversa só terminou quando chegou a hora de fazer a ronda ao Parque Ibirapuera – de bicicleta. 🙂

 

 

 

 

 

1 thought on “Pulmão de São Paulo”

Gostou? Que bom! Deixe um comentário. Até breve!

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s